Conteúdo Adulto: uma tendência que você vai curtir!


O Insurto volta mais ousado (e abusado) do que nunca! Conteúdo impróprio neste post? Com certeza, mas só para as micromentes. ;o) Leia e se lambuze nas novas tendências de comportamento do consumidor!
O último briefing da Trendwatching, uma das empresas líderes na pesquisa de tendências de comportamento do consumidor no mundo, adverte: o conteúdo adulto é a próxima onda. E provoca: “É hora de relaxar um pouco…”
Esta tendência foi identificada como uma subtendência em janeiro de 2010, mas agora surge com mais força com os movimentos culturais que ocorrem simultaneamente no mundo. Onde você pode perceber isso? Na publicidade, nas artes, nos programas, enfim, em quase tudo que cerca nosso cotidiano.
O conteúdo adulto, apesar de ter ocupado mais espaço, está dentro de outra tendência maior que é a Fabricação de Marcas, que indica o quanto as marcas precisam estar antenadas nos movimentos culturais dos seus clientes e acompanhar/se adaptar aos mesmos. Enfim, é uma dança e como diria David Bowie: “Let’s dance”.
Os consumidores querem mais coisas aqui e agora (nada a ver com aquele programa infeliz do SBT). As marcas precisam atender as suas necessidades e conforto, como mordomos. Há uma grande profusão de ofertas, de competidores, e os consumidores mais sofisticados estão desafiando as marcas a lhes oferecer melhores experiências. As pessoas estão se conhecendo online e acabam até casando, e isto faz com que esperem mais transparência das marcas, o que é outra tendência – alguma coincidência aqui, Priscilla?
A nova geração nasceu em meio a sociedade de consumo, mas está de saco cheio, descrente da tradicional relação consumidor-marca. Por isto buscam se relacionar com marcas mais humanas, autênticas ou simplesmente mais “adultas”.
O aumento da urbanização contribui para uma atitude mais liberal. A distância de estruturas familiares tradicionais e a convivência com mais possibilidades e estilos de vida obriga as pessoas a ser mais tolerantes e maduras, libertando-as também para fazer o que é do seu interesse.

Isto não é um comportamento que ocorre por igual: concentra-se nas grandes metrópoles e sua tendência é aumentar com o aumento da concentração das pessoas nas grandes cidades. As populações urbanas são mais liberais: precisam conviver com pessoas que tem visões mais abertas sobre assuntos como casamento homossexual, aborto, sexo casual, drogas, eutanásia, religião, etc.
Acha que falamos de pouca gente? Em 2008 a maioria da população mundial se tornou urbana. Leia-se residente em grandes metrópoles. A expectativa é de que sejam 5 bilhões até 2030, de acordo com informações da ONU.
38 países aceitam oficialmente o casamento entre pessoas do mesmo sexo. Incluindo a Argentina (é só um exemplo, não é para sacanear os hermanos).
1 em cada 7 casamentos nos Estados Unidos é entre pessoas de etnias diferentes.
Nos Estados Unidos, 26% das pessoas da Geração do Milênio não tem ligação com nenhuma religião de acordo com pesquisa realizada em fevereiro de 2010 pela Pew. Na geração Baby Boomer o percentual era de 13% em 1970.
Sim, estamos mais tolerantes, mas se você está se torcendo de raiva ao ler isto, relaxe: a gente tolera até pessoas como você. ;O)
Ok, onde vejo esse conteúdo adulto todo?
Até em propaganda de sorvete na Ucrânia. Babe:
Com ou sem cobertura, baby?
A marca The Icecreamists apela para sabores X-rated. O último lançamento é Sex Pistols, com Ginkco Biloba, arginina, nosso bom, velho e brasileiro guaraná e absinto. Diziam ser tão potente que a venda era limitada a um por cliente no lançamento. Se o sorvete comum já dá uma brincadeira legal, imagina este! ;oP
A designer parisiense Nicole Locher lançou uma coleção de camisetas com mensagens do tipo “Eu realmente preciso de um café fodido”, “Eu não sou o seu docinho fodido” e “Putinha”.
 
Um pouco de cultura: a livraria australiana Berkelouw Books, do alto dos seus 200 anos, serve desde 2009 uma taça de vinho para os frequentadores da sala de leitura. Os livros disponíveis são raros. Cultura e vinho: muito sugestivo, especialmente com a leitura adequada. ;O)
Para quem curte o seu Fiat, a marca de carros lançou 500 modelos customizados em julho deste ano celebrando a Parada Gay de Madrid. Neste caso, o modelo foi coberto de couro (eu ri!). Imagina o modelo Drag Queen…
(En)Fiat?
Bom, tá na hora de relaxar de verdade com algo bacana para nós, heteros. Qual é, seja tolerante: nós ainda existimos e alguns são até legais! O site Naked Girls Reading oferece exatamente isto: mulheres nuas lendo obras da literatura. Lançado em Chicago na metade de 2009, promove encontros literários nada convencionais.
Isto é o que eu chamo de tesão pela leitura!
Depois desta, encerro este post. Esta semana volto com a segunda parte. Fique ligado(a)!
E você, o que acha desta tendência?

Digg Google Bookmarks reddit Mixx StumbleUpon Technorati Yahoo! Buzz DesignFloat Delicious BlinkList Furl

0 comentários: on "Conteúdo Adulto: uma tendência que você vai curtir!"

Postar um comentário

Deixe aqui o seu InSurto: