Como conseguir parceiros para o seu blog


 Ilustração: Lee e Sachi Lefever do commoncraft.
“Vou criar meu blog, buscar anunciantes, ganhar dinheiro e fazer o que gosto”. Quantas pessoas têm a mesma idéia por dia, hora, minuto, segundo? Primeiro, esqueça esse negócio de só fazer o que gosta quando quiser. Isso é trabalho: exige profissionalismo, dedicação, ou seja, conhecer o mercado. Não é só glamour: é suar a camiseta, pesquisar, dar créditos, conquistar credibilidade e isso exige conhecimento.

Antes de começar o seu blog, responda as seguintes perguntas:

Quantos blogs falam sobre o assunto que você vai abordar?
Para quem eles falam?
Quantas pessoas os acessam?
Quais são os parceiros deles?
Você conhece bem o assunto do qual vai falar?
O que você vai oferecer de diferente em relação ao que já existe?
Como você pode ajudar as outras pessoas através do seu trabalho?

Benchmarking, benchmarking e benchmarking.

Ok, você é um expert e tem uma abordagem inédita sobre um tema de interesse para o seu público. E agora? Vai postar os primeiros 50 tópicos e sair atrás de patrocinadores? Sinceramente, se você é relevante para o mercado as marcas vão te encontrar. É como jogador de futebol: o craque se destaca na partida e sempre tem olheiros. Mídia Social é ciência exata, tem métricas precisas, não é achômetro. No caso do blog, cada leitor é um gol. Cada post bem elaborado, relevante, interessante, é o seu estilo de jogo, o seu drible. Cada referência é um passe e lembre-se que ninguém ganha um jogo sozinho.
Divulga meu blog, tio?

Antes de pedir ajuda, pense no que você fez por outra pessoa. Como você poderia divulgar um iniciante se nem o conhece, ou ao seu trabalho, sua reputação? Quando você faz uma recomendação, está colocando seu nome na jogada. Novamente, mostre um trabalho bom e focado antes de sair batendo nas portas dos outros ou pedindo visitas (nos comentários).

Percentual: quantos ganham $$?

Só 2% dos jogadores de futebol ganham um salário alto. Entre os blogueiros, o percentual provavelmente é semelhante. Quem se destaca tem blog há mais de um ou dois anos,  ou seja, construiu uma trajetória, embora haja algumas exceções. Não espere reconhecimento antes do trabalho. Não espere que apostem em você antes de mostrar a que veio, porque isso não vai acontecer.


Como falei anteriormente, outras pessoas falam sobre o mesmo assunto. Você pode conferir o blog do Paulo Faustino com mais dicas aqui. Um ponto importante a destacar no artigo de Paulo: invista. Compre os produtos para reviews, faça cursos, participe de eventos. Ler relises e artigos sobre produtos ou o que aconteceu é algo pobre perto da experiência real, então invista.

Recapitulando: trabalhe, pesquise, produza, persista, seja relevante, acrescente algo ao mundo, crie, inove, compartilhe, ajude, dê crédito, seja confiável. Assim a sua trajetória vai se construir naturalmente, e as pessoas (e marcas) começarão a bater na sua porta.

Digg Google Bookmarks reddit Mixx StumbleUpon Technorati Yahoo! Buzz DesignFloat Delicious BlinkList Furl

5 comentários: on "Como conseguir parceiros para o seu blog"

Pri, uma Barbie Girl de Porto Alegre disse...

Felipe, disseste muito bem. Sem trabalho não há como procurar marcas,a recíproca neste caso é indispensável. A marca cederá produtos, pode por ventura pagar uma quantia, mas vc TEM que dar algo em troca.
Recebo vários e-mails por dia, querendo saber como faço parcerias e isso me irrita. Não pela pergunta, mas pq todo mundo acha q td veio de graça, assim, do nada.
Abraço, Pri

fabiana disse...

olá felipe!

conheci o seu blog pelo Sacola Phyna e o estou devorando por inteiro! aliás, veio super a calhar: amanhã mesmo eu me reunirei com algumas pessoas especializadas em mídias sociais e área comercial para se discutir exatamente isto e vários outros assuntos que você tem abordado por aqui (sim, à respeito do meu blog e como ele virá à tornar-se o que eu espero e quero).

enfim, seus posts foram super úteis e, melhor que isto, honestos, parabens!

acho que um dos grandes problemas pela blogosfera é que o deslumbre vem acompanhado da carência de conhecimento de mercado, mkt, gestão, etc... afinal, um negócio abrange tudo isto e mto mais, certo? e não é exatamente "um negócio" oq os blogueiros vislumbram para os seus blogs?

beijo grande,
fabi

Agne disse...

Oi Fabiana! Muito legal saber que você está curtindo o InSurto! Sobre esse negócio de especialistas em midias sociais, pretendo fazer um post a respeito logo. Vai dar pano pra manga...

Sobre a carência de conhecimento, concordo com você, mas vejo por um outro aspecto: tem muito material disponível por aí, mas a maioria das pessoas está mais concentrada em aprender a usar as ferramentas do que em ter um modelo de negócio claro.

É a tal diferença entre sentar tijolos, fazer uma parede ou construir uma catedral. ;o)

Se puder, conte para nós o resultado de sua reunião. Toda experiância compartilhada ajuda.

Abraço e boa sorte!

Samanta disse...

olá ,muito legal esse post ajuda muito as pessoas e mostrar a realidade ao mesmo tempo incentivando.Isso me inspirou ,criei um blog a pouco tempo mas quero seguir com isso e sei que nao vou desistir, sou iniciante ainda mas procuro o melhor e o mais interessante, de tudo um pouco para o público.
Se quiserem da uma olhada e me ajudar serei muito, muito grata mesmo.
http://samantacardosoa.blogspot.com/
beijos

Agne disse...

Olá Samanta! Bacana o seu blog, bem focado. Mas sou suspeito para falar: adoro cinema, embora a vida das celebridades não me chame a mínima atenção. Questão de gosto. ;o)

Continua neste ritmo. Uma boa fonte para ver a melhor direção é o Omelete.com.br. Curto. Superficial, pop, mas bacana. E o melhor conselho que posso dar é: não fale de você, fale como você.

Abraço!

Postar um comentário

Deixe aqui o seu InSurto: